Feeds:
Posts
Comentários

pincel-na-estrada

Hoje trago em meu corpo as marcas do meu tempo, [..]
(Taiguara)

A partir de hoje vou procurar entender porque alguns professores(as) têm uma postura existencial e pedagógica diferenciada em nossas escolas.

Recuso-me a falar daqueles que justificam sua apatia pedagógica e política pelas condições adversas que encontram nas escolas da rede estadual de ensino.

Certos profissionais, ainda, que lecionassem em escolas de padrão do dito primeiro mundo, ainda que recebessem o salário digno que todos nós professores fazemos jus, continuariam produzindo o fracasso escolar.

Quero falar neste blog do Professor Petrônio que recebi um dia  na DITEC onde trabalho. Ele me fascinou com a sua disposição de mudar a realidade da escola onde leciona e me pediu tão pouco.

Queria apenas que resolvêssemos o problema da publicação do vídeo que produziu com seus alunos no Navegatube.

E assim eu acompanhei sua luta. Ligou para o celular que utilizo várias vezes, até que a sua solicitação foi atendida.

Fiquei pensando e conversando com a minha consciência: por que tanto esforço por apenas um vídeo?

Foi quando ela (minha consciência tem um estranho hábito de me contradizer) me mostrou que aquele vídeo sintetizava tudo bom que uma comunidade de seres humanos pode tencionar.

Um simples vídeo traduzia toda a esperança, o esforço para construir uma maneira de sentir, pensar e atuar em nossas escolas.

Pequenas coisas podem significar tudo e muitas coisas diferentes em um contexto escolar.

Fiquei pensando com meu notebook sobre quantas pessoas bonitas, generosas Deus colocou no interior de nossas escolas para desafiar a mesmice, a rotina, passividade e a omissão pedagógica.

O Senhor das escolas deve ter dito aos querubins:

povoarei o chão das escolas de anjos tortos, seres especiais feitos de loucura e teimosia.

E assim foi soprando na direção de nossas escolas os Petrônios, os Erics, as Orcas, as Cecíĺias, os Alamás, Ailtos, Betos e as Gildas, as meninas da AGÊNCIA DE PUBLICIDADE e tantos outros(as).

Uma legião de anjos educadores.

Sabiamente deu a cada um deles o fogo da paixão, o amor pela educação, a vontade de mudar, a fé, a loucura de prosseguir, de inovar e criar o sucesso escolar.

Fez deles um pouquinho de si, tão semelhante que posso ver o senhor das escolas em cada semente que os anjos tortos semeiam no chão das salas de informática.

E eu que achava que não tinha amigos descobri em cada um deles um irmão de fé e um companheiro de jornada.

Pa

Imagem: http://janeladecima.files.wordpress.com/

oje trago em meu corpo as marcas do meu tempo, meu desespero,
              C/G             C/D     D7         F/G   G6/7/9-
A vida num momento, a fossa, a fome, a flor, o fim do mundo

censura-a-celulares

[…]Entretanto, nenhuma das iniciativas, reveladas até aqui, ocupou o tempo dos grandes noticiários da imprensa local, ao contrário, o olhar da grande mídia prefere sempre expor as mazelas da escola pública. O último grande exemplo foi o episódio protagonizado por três jovens de uma escola pública de Belém. É preciso questionar, por que o uso inteligente e produtivo das tecnologias não é notícia e o uso inadequado ou ingênuo vira um espetáculo midiático?

Recomendo a leitura do texto acima citado. É um reflexão coerente, equilibrada e crítica sobre o uso das novas tecnologias na educação e a submissão das velhas mídias a interesses mercadológicos.

Saiba Mais

Pa

Imagem: http://www.lazertecnologia.com/wp-content/uploads/2009/01/censura-a-celulares.jpg


350px-Caste_AS

Neste domingo, dia 01 de novembro, resolvi fazer a leitura do Relatório Técnico da FADESP, referente ao mês de fevereiro  a dezembro de 2008  e um trecho me chamou atenção:

[…] Considerações gerais

Atividades realizadas no período de Fevereiro a Dezembro de 2008:

12.348 chamados atendidos na sede SEDUC;

2.895 chamados atendidos nas escolas da Região Metropolitana de Belém;

900 chamados atendidos nas escolas localizadas no interior do Estado do Pará;

177 computadores instalados/substituídos na sede SEDUC;

Levantamento topológico da rede estadual de ensino da Região Metropolitana de Belém;

Levantamento topológico da rede estadual de ensino do interior do Estado do Pará;

Realização de atendimento as ETPP em montagem e manutenção dos equipamentos de informática em Tailândia/ Salvaterra/ Belém/ Paragominas/ Abaetetuba;

Apoio a implantação do Sistema de Protocolo da SEDUC através de orientação pelo Help Desk e atendimento local;

Montagem de laboratórios de informática que estão sendo entregues pela Rede Física;

Apoio técnico a XII Feira Pan-Amazônica do Livro; […]

Não precisa ser gênio – ao analisar o expressivo número de atendimento da SEDE que contrasta com os parcos 2.895 chamados atendidos nas escolas,  para concluir que a prioridade do contrato FADESP está direcionado para atender  atividade meio, o que  é um grande equívoco.

Se a SEDUC fosse o corpo de Brhama a nossa burocracia seria a cabeça e nossas escolas os Dalits, genuinamente “poeira sob os pés“.

É preciso inverter a lógica de nossos serviços e colocar como prioridade o atendimento as nossas escolas.

Sei que a burocracia seducquiana não vai gostar dessa medida!!!!!


Pa

Imagem: http://www.wikipedia.org

santosdumont

Encontrei no aeroporto com renomado Professor Aguiar. Ela estava incólume esperando a chegada do seu avião predileto o 14 Bis.

Enquanto Santos Dumont revisava o motor de 50 HP daquela maravilha moderna, o velho professor Aguiar me convidou para tomar um chá legitimamente britânico (eu achei que era de capim- marinho).

Expliquei para o Aguiar que não poderia demorar muito, pois teria que participar da entrega dos prêmios de concurso de blogues promovido pelo NTE-Tucuruí e que teria que ingressar no moderníssimo avião da TRIP e aguentar a turbulência que iria encontrar na viagem.

Aguiar sorriu de forma irônica e me advertiu para uma velha norma de conduta seducquiana. Disse-me: filho quando a gente deixa um cargo na imutável SEDUC devemos aprender que as coisas que gostávamos e apreciávamos não nos pertence mais.

Arrematou seu raciocínio com uma outra frase muito interessante: “rei posto, rei morto”. Concentre-se em sua nova função e não esqueça da lei da física que eu formulei a partir de minha experiência de vida acumulada na SEDUC.

Fiquei com a pulga atrás da orelha. Pensei com meu notebook (claro que o sistema operacional é Gnu-linux) que lei o professor Aguiar havia formulado? Sabia que Aguiar se queixava de ser o merecedor do prêmio Nobel de 1921. Era para ele que academia deveria ter dedicado a seguinte justificativa: for his services to Theoretical Physics, and especially for his discovery of the law of the photoelectric effect”

O velho e renomado professor Aguiar, o mago da telepatia, percebendo o meu embaraço, se dignou a concluir seu raciocínio. Retomou a palavra, e dissertou sobre a lei que revolucionou a física moderna.

Disse:

– Meu neófito professor, a vida na SEDUC e toda baseada na lei da gravitação universal do Aguiar. Todos os cargos existentes estão sujeitos a ela. Do ponto de vista prático, a atração gravitacional  dos cargos conferido pela política faz com que caiam ao chão quando são soltos no ar.

Isto explica porque a dança da cadeiras é tão frequente na Secretaria que você trabalha.

Aprenda uma lição meu aguerrido professor. A lição da humildade que todos que ocupam cargos na SEDUC deveriam aprender. Seja humilde, use o poder do cargo para ajudar as escolas, pois um dia chegará a sua vez de cair também. Aí você será bem recebido pelos seus colegas de profissão. Isto que importa….

Fiquei calado. Aguiar subiu no 14 Bis, escutei o ronco estranho do motor do mais pesado do que o ar.

O avião tomou os pináculos!

Fiquei admirando aquela decolagem e, ainda, pude ver um chapéu panamá amassado balançando contra o vento.

Pa

imagem: http://modasemodosnobrasil.zip.net/images/santosdumont.jpg

almoxarifado

O professor Aguiar é uma figura exótica. Visitei sua residência e ele me mostrou o seu almoxarifado secreto.

Descobri, então, a origem dos prêmios que são distribuídos nos concursos de blogs educativos. No almoxarifado tem de tudo: micro system , pendrives, impressora multifuncional, kit notebook e tudo que você imaginar.

Descobri, também, que foi do almoxarifado secreto do Aguiar, aliás melhor organizado do que o seduquiano, que saiu a televisão de 21 polegadas que foi entregue ao Projeto Prosseguir desenvolvido pela Gilda no Hospital Ofir Loyola.

Vi, também,  5 (cinco) computadores que a SEDECT entregou para premiação do Concurso Estadual de Blogs Educativos. Eles estão guardados próximo a cama onde o renomado professor costuma descansar.

Sugeri ao Aguiar que colocasse câmera de vigilância e instalasse modernos sistemas de gerenciamentos de patrimônio que controlam a saída e entrada   de equipamentos através da leitura de código de barras. Mas o professor Aguiar me respondeu que prefere continuar controlando seu estoque em um velho e surrado caderno similar ao utilizado no almoxarifado de sua incompreendida e feita para não funcionar SEDUC.

Pensei em discordar do velho professor, mas me lembrei do bordão muito repetido que afirma que o Aguiar sempre tem razão. Quem sou eu para questionar os velhos dogmas Seduquianos?

Texto: Pa

imagem: http://www.hsjd.com.br

saudades

A primeira constatação que faço em apenas uma semana a frente da DITEC é muito simples: A CTAE tem calor humano, desejo, obstinação, ímpeto de mudar a escola, perseverança, espírito de equipe, paixão, fraquezas e muitas grandes certezas.

A DITEC é mais equilibrada, previsível, racional e bem organizada.

Às vezes quando chego para trabalhar instintivamente me dirijo a CTAE.

Na DITEC sou um passarinho que ainda não conseguiu se aninhar, um maior abandonado, uma maniçoba sem ingrediente, camarão sem tacacá.

Minha última diversão é chegar cansado em casa a noite e responder um e-mail mal  formulado de um gestor que quer ser chamado pelo pomposo título de diretor, que se acha, como diria a juventude nos dias de hoje.

Ele colocou na cabeça que minhas medidas moralizantes adotadas na DITEC são ruins, pois estariam identificadas com práticas neoliberais. O Cara é um idiota… Mas eu estou me divertindo muito com sua genialidade de um neurônio só.

Fora isso vivo minha rotina. Recebo uns e-mails muito legais que procuram me estimular a continuar ajudando a escola. Leia este:

“Professor Luís Cavalcante,

O senhor é o CARA que contamos para que a educação caminhe e seja de melhor qualidade.

Agradecemos ao atendimento imediato a nossa solicitação que no momento está caminhando para solucionar os problemas da sala de informática.

Sabemos do seu compromisso com esta questão e confiamos no seu apoio.

Desde já agradecemos a sua atenção e queremos desejar um feliz dia do servidor, que Deus lhe proteja dando -lhe saúde juntamente a sua família” .

É claro que eu não sou o cara, sou apenas uma pessoa que procura exercer com dignidade e paixão sua atividade de servidor público.

Sei que este tipo de elogio provoca ciúmes, mas sei, também, que é fruto do reconhecimento a minha atitude sempre  respeitosa em relação as escolas. O interessante é que faço tão pouco, mas nossos companheiros que estão atuando no chão da escolas percebem que faço de coração.

Estou me acostumando, ainda, com a baixa frequência de leitores(as) ao meu novo blog. O blog da CTAE tem uma média de mais de 200 acessos por dia, enquanto o Prometheuacorrentado gira em torno de 34. Deve ser as amarras!!!

Se arrependimento matasse?????

Pa

A gestão do blogue Prometheu Acorrentado é de exclusiva responsabilidade do momentâneo diretor da DITEC/SEDUC, portanto não se trata de um blogue institucional.

O blogue surgiu como forma de proporcionar visibilidade e dar transparência as atividades desenvolvidas pelo diretor da DITEC, sendo um canal interativo voltado para a comunidade escolar.

A escolha do nome Prometheu Acorrentado procura traduzir a capacidade de renovação e a obstinação do atual diretor da DITEC em buscar a aproximação da Diretoria de Tecnologia com a Secretaria Adjunta de Ensino, as USES, URES e em especial com os professores(as) das escolas da rede pública que desenvolvem atividades pedagógicas com a utilizacão das novas tecnologias.

Podem devorar o meu figado e ele crescerá ao final do dia!!!!!!

Conheçam as 13 (treze) primeiras medidas tomadas pelo diretor:

1) extinção de toda a sua própria assessoria remunerada pelo contrato FADESP/SEDUC, gerando economia mensal para o erário;

2) contratação e remanejamento de técnicos da SEDE/SEDUC objetivando não deixar nem uma USE sem atendimento pelo serviço de suporte técnico;

3) adoção de 05 (cinco) princípios fundamentais da Administração Pública: LEGALIDADE: a administração está sujeita a lei; MORALIDADE: a administração não pode desprezar o ético (probidade); IMPESSOALIDADE: evitar o favoritismo ou privilégios, o interesse público é norteador; PUBLICIDADE: divulgação dos atos ao público; EFICIÊNCIA: administração com qualidade;

4) não serão contratados parentes de servidores lotados na SEDE da SEDUC e nem será permitido subordinação hierárquica entre pessoas que tenham relação de parentesco. Se na análise da situação funcional do contrato SEDUC/FADESP for detectado casos de parentesco haverá a correção gradativa da situação. O interesse público está cima dos interesses corporativos e familiares;

5) correção gradativa de disfunção, caso existam, em relação ao cumprimento do objeto do contrato SEDUC/FADESP;

6) será exigida a eficiência nos serviços previstos no contrato FADESP;

7) as escolas passam a ser a prioridade da DITEC;


8) remanejamento dos modens 3g destinados as atividades meios para atender escolas que no momento ainda não possuem perspectivas de receber conexões de internet;

9) as escolas, os diretores de USES e URES terão prioridade de atendimento pelo diretor, sem necessidade de agendamento prévio;

10) a admissão de novos funcionários através do contrato FADESP serão baseadas em critérios de competência profissional;

11) realização de avaliação dos serviços prestados às escolas pelos funcionários da FADESP/SEDUC;

12) a SAEN passa a ser a parceria prioritária da DITEC;

13) subordinação do CADA, do suporte técnico e da assistência técnica ao diretor da DITEC- até posterior deliberação.

Texto: Prometheu Acorrentado


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.